Audi quattro Concept






Qualquer fã dos carros da Audi conhece o poder do quattro. O nome apareceu para o mundo pela primeira vez em 1980. Na época, um belo esportivo de duas portas roubou a cena no Salão de Genebra e conquistou o coração dos entusiastas de esportivos. O Audi quattro foi um sucesso de vendas e se consagrou no mundo do rali, vencendo algumas das provas mais desafiadoras do mundo.

Três décadas mais tarde, a marca das quatro argolas mostra o quattro Concept, uma justa homenagem ao carro que ajudou a construir a imagem da Audi no universo das quatro rodas. Por qualquer ângulo que se olhe, é inevitável não associar o novo protótipo com o clássico da década de 80.

As linhas da dianteira são bem agressivas. A grade frontal é herança dos últimos lançamentos da Audi e remetem ao superesportivo R8. Os faróis de LEDs dão um toque futurista ao carro e os para-lamas pronunciados deixam o quattro mais musculoso. Lateral e traseira têm muita coisa em comum com o antigo Audi.

Como em um esportivo de verdade, o interior prima pela simplicidade. O painel de instrumentos digital exibe as informações básicas (e mais interessantes) ao motorista. O minimalismo se faz presente por todos os lados: o console revestido de couro e fibra de carbono tem apenas os controles do ar-condicionado digital.

Assim como seu antecessor, o quattro Concept tem apenas dois lugares. O motorista e seu felizardo carona se acomodam em bancos do tipo concha, que podem ser equipados com cintos de três ou quatro pontos. Existem quatro botões no habitáculo, que controlam a função de cronômetro – ideal para marcar suas voltas rápidas em um autódromo – e o MMI, central multimídia que controla o sistema de som (que pode ser customizado de acordo com os gostos do proprietário) e diversos ajustes eletrônicos do veículo.

A carroceria é feita de alumínio, sendo que partes como o capô, o spoiler dianteiro e a tampa traseira são de fibra de carbono. A transmissão, o chassis e o sistema de freios também passaram por uma dieta, resultando em um peso total de 1.300 quilos. As rodas de 20 polegadas adotam uma solução vinda das pistas: o cubo central de fixação, que permite realizar trocas rápidas em pit-stops.

O motor que repousa sob o capô é um 2.5 com cinco cilindros em linha, turbocompressor e injeção direta de combustível. São 413 cv, que fazem o carro acelerar de 0 a 100 km/h em 3,8 segundos. O Audi quattro Concept é equipado com a última geração do sistema de tração nas quatro rodas para motores longitudinais, com um diferencial central auto-blocante.

Existe ainda um diferencial esportivo, que distribui o torque entre as rodas traseiras. Quando o condutor acelera dentro de uma curva, por exemplo, a maior parte do torque é direcionado para a roda do lado de fora, minimizando a tendência de o veículo escapar de dianteira ou de traseira. Ainda não se sabe se o quattro Concept pode deixar as pranchetas para virar realidade.



fonte: Quatro Rodas
Fotos: NetCarShow
Share on Google Plus

Sobre Erik Lara

Editor e fundador paulistano, tem 22 anos, estudante de marketing na Universidade Anhembi Morumbi em São Paulo. É apaixonado por carros esportivos e preparados desde os 6 anos de idade. Aos 17 anos resolveu criar o Age Of Sport Cars para ler, escrever e informar sobre aquilo que mais gosta.

0 comentários :

Postar um comentário