Bugatti Veyron






Eis um fortíssimo candidato ao título de automóvel do Salão. O Veyron tem grandes chances de ser o responsável pela maior quantidade de visitantes por metro quadrado, que devem brigar por um espaço no acanhado estande da Bugatti.

O Veyron é um exagero sobre rodas, a começar pelo motor. São 16 cilindros (não, você não leu errado) dispostos em forma de “W”, que geram espantosos 1.001 cv. A força é tamanha que o Grupo Volkswagen – empresa que controla a Bugatti e foi responsável pelo desenvolvimento final do carro – decidiu equipá-lo com quatro radiadores.

Os números de desempenho são impressionantes. O Veyron acelera de 0 a 100 km/h em míseros 2,8 segundos. A barreira dos 200 km/h é superada em 7,8 segundos e, se o juízo deixar, são necessários apenas 55 segundos para o Veyron derrubar a marca dos 300 km/h. A aceleração é assustadora. Um dos mostradores redondos do painel não mostra a velocidade em quilômetros por hora. O ponteiro varre a escala de zero a 1.001 cavalos, reiterando a força do propulsor de 7993 cm3 e quatro turbos. Quando o carro atinge os 250 km/h, marca que não é superada pela maioria dos esportivos, o motor exige apenas 270 cv. E quanto aos outros 731 cv? Bom, essa resposta você só vai conseguir se tiver coragem de pisar mais fundo.

O Veyron só sossega quando chega aos 406 km/h. Para garantir a segurança dos ocupantes em uma velocidade tão elevada, o bólido conta com um sistema de freio aerodinâmico, que nada mais é do que uma asa que se ergue acima dos 192 km/h. O resultado é uma desaceleração de 0,6 g. Várias partes do veículo mereceram cuidado especial: os cubos das rodas têm dutos integrados que resfriam os discos de freio e os pneus foram desenvolvidos exclusivamente pela Michelin.

Ah, e se você não ficar satisfeito com a performance do Veyron, basta optar pela versão Super Sport. Trata-se de uma configuração preparada para render 1.200 cv e chegar aos 431 km/h, o que faz dele o carro mais rápido do mundo (pelo menos por enquanto). No entanto, por razões de segurança, o Veyron Super Sport tem a velocidade máxima limitada em "apenas" 415 km/h.

Como se vê, tudo no Veyron é superlativo. Inclusive o preço. Na Europa, o Veyron era vendido pela bagatela de 1 milhão de euros. Já no Brasil, quem apostar em um valor três vezes maior pode acertar.


Ficha Técnica

Motor: 16 cilindros em W, 7993 cm³
Potência: 1001 cv a 6000 rpm
Torque: 127,1 mkgf a 2000 rpm
Câmbio: automático sequencial de 7 marchas, tração integral
Aceleração de 0 a 100 km/h: 2,5 segundos
Velocidade máxima: 406 km/h
Dimensões: comprimento 438 cm, largura 199 cm, altura 121 cm, entreeixos 265 cm 
Peso: 1950 kg






























fonte: Quatro Rodas
fotos: NetCarShow



Share on Google Plus

Sobre Erik Lara

Editor e fundador paulistano, tem 22 anos, estudante de marketing na Universidade Anhembi Morumbi em São Paulo. É apaixonado por carros esportivos e preparados desde os 6 anos de idade. Aos 17 anos resolveu criar o Age Of Sport Cars para ler, escrever e informar sobre aquilo que mais gosta.

0 comentários :

Postar um comentário