Carroceria de Lotus + motor 6.2 V8 biturbo de 1.200 cv = 440 km/h de máxima









A Hennessey divulgou um dos projetos mais mirabolantes dos últimos tempos. A preparadora americana decidiu aumentar o rendimento de um Lotus Exige ao substituir seu motor 1.8 16V por nada mais nada menos do que o 6.2 V8 Supercharger do Corvette ZR1, que será oferecido em três estágios de preparação. Nasceu o chamado Venom GT. 

Para dar conta do “tranco” a carroceria do modelo inglês recebeu diversos reforços estruturais em fibra de carbono, de modo a se tornar mais rígido sem ter seu peso excessivamente elevado. O resultado é um esportivo que pesa 1.071 kg e na configuração mais “fraca” disponibiliza nada menos que 725 cavalos de potência ao pé direito do motorista. Nesta versão, o modelo possui relação peso/potência de 1,38 kg/cv. Para medidas de comparação, um modelo de F1 possui em média pouco menos de 1 kg/cv. E aqui estamos tratando apenas da versão “básica”...

Se o proprietário desejar mais desempenho há a possibilidade de instalar na carroceria o mesmo motor LS9, porém com o supercharger substituído por um par de turbos. Neste caso, o rendimento do propulsor sobe para 1.000 cv e a relação peso/potência cai para 1,07 kg/cv. Já a configuração mais potente do modelo também é equipada com um par de turbos ao V8, porém, acertados para gerar 1.200 cavalos de potência, o que lhe permite a relação peso/potência de 0,89 kg/cv. Desse modo, o Venom GT acelera aos 100 km/h em 2s4, aos 160 km/h em 5s3, aos 240 km/h em 8s9 e aos 322 km/h em 14s3. A velocidade máxima é de 440 km/h, de acordo com a Hennessey.

Segundo a preparadora, a performance do modelo é aprimorada por conta dos freios Brembo de cerâmica com discos de 15” de 6 pistões na dianteira e 4 na traseira, controle de estabilidade programável, pneus Michelin PS2 e câmbio Ricardo de 6 marchas. De acordo com a Hennessey, o Venom GT terá produção limitada a 10 unidades anuais. O único preço revelado foi o da versão intermediária de 1.000 cv, que custará a partir de US$ 600.000 (R$ 1,07 milhão sem taxas de importação ou impostos brasileiros). 






fonte: Maxi Tuning
Share on Google Plus

Sobre Erik Lara

Editor e fundador paulistano, tem 22 anos, estudante de marketing na Universidade Anhembi Morumbi em São Paulo. É apaixonado por carros esportivos e preparados desde os 6 anos de idade. Aos 17 anos resolveu criar o Age Of Sport Cars para ler, escrever e informar sobre aquilo que mais gosta.

2 comentários :